Midias Sociais 



02 de Maio de 2018

CONFIRA COMO FOI O EVENTO COMEMORATIVO DOS 50 ANOS DA PÓS-GRADUAÇÃO DA ESCOLA

 

Nos dias 24 e 25 de abril foi realizado o evento de abertura das comemorações dos 50 anos da Pós-graduação da Escola de Veterinária. Durante os dois dias de programação, várias palestras abordaram o passado, o presente e o futuro dos programas de pós. Atualmente, a pós-graduação da Escola se destaca pelo seu nível de excelência e pela sólida produção científica alcançada. Para a aluna de Ciência Animal, Carolina Pantuza Ramos, "esse evento é muito importante para os alunos conhecerem melhor o programa, suas propostas e perspectivas".

"Esse é o momento de analisar as coisas boas e as coisas ruins da nossa Pós-graduação e pensar no nosso futuro", afirmou a profa. Zélia Inês Portela Lobato, coordenadora do Programa de Pós-graduação em Ciência Animal. Já o prof. Ronald Kennedy Luz, coordenador da Zootecnia, destacou a expectativa despertada pelo momento. "Esperamos que a Pós-graduação continue evoluindo, formando recursos humanos capacitados, nucleando os egressos nas diversas partes do Brasil e no mundo e que continue desenvolvendo tecnologias para fazer crescer o setor agropecuário brasileiro".

No primeiro dia, estiveram presentes o pró-reitor de pós-graduação da UFMG, Fábio Alves da Silva, o diretor da Escola de Veterinária, prof. Renato de Lima Santos, os coordenadores dos programas de pós-graduação da Escola, profa. Zélia Inês Portela Lobato e prof. Ronald Kennedy Luz, além do coordenador do CRMV-MG, Rubens Antônio Carneiro.

A primeira palestra foi comandada pela ex-coordenadora da área de Medicina Veterinária da Capes, profa. Maria Angélica Miglino. Ela falou sobre a atual situação da pós-graduação brasileira, apresentando o Plano Nacional de Pós-graduação (PNPG) e suas diretrizes. "Vocês tem obrigação, compromisso de mudar a pós-graduação da Medicina Veterinária no país".

O pró-reitor Fábio Alves da Silva foi o responsável por ministrar a segunda palestra do dia, intitulada " A Pós-graduação no Brasil, Minas Gerais, na UFMG e na Escola de Veterinária: desafios atuais e futuros". Ele apresentou o mapa de notas da Capes, que evidencia a excelência dos 87 programas de pós-graduação da UFMG. Nos gráficos, a Escola de Veterinária sempre aparece como destaque da instituição.

Na terceira apresentação, o professor Henrique César Figueiredo, do Departamento de Medicina Veterinária Preventiva, apresentou o histórico dos programas de pós da Escola, mostrando os primeiros alunos que se formaram e que hoje são referências importantes na área.

Um dos momentos mais importantes do dia foram as homenagens aos ex-integrantes dos programas, celebrada com a entrega de uma placa comemorativa para cada um deles. O primeiro homenageado foi o prof. Walter Octaviano Bernis, primeiro orientador de pós-graduação na Escola. "Acredito que, muito certamente, outros professores daqui merecem muito mais que eu", afirmou o homenageado com emoção.

Os próximos homenageados foram os professores Ney Luiz Pipi e Humberto Pereira de Oliveira. Os dois foram alunos das primeiras turmas de pós na Veterinária. "Passei mais tempo nessa Escola do que, talvez, com a minha família", disse Humberto. A profa. Vera Alvarenga Nunes, representada por sua sobrinha Milena Alvarenga, foi homenageada em nome dos coordenadores. E a servidora Luzete Ornelas Queiroz foi homenageada representando os servidores técnicos-administrativos que já trabalharam no colegiado.

Ao final do primeiro dia, os egressos Leandro Feijó, André Guimarães Maciel e Silva, e Glauber Machado contaram como a Escola de Veterinária contribuiu para a trajetória profissional de cada um. O encerramento do evento contou com uma emocionante apresentação do Coral da Escola de Engenharia da UFMG.

O segundo dia foi iniciado com a fala da coordenadora atual, profa Zélia Inês Portela Lobato, que abriu o evento dando um parecer geral da pós-graduação em Ciência Animal. Foram ressaltados os aspectos técnicos mais gerais, as áreas de concentração, os funcionários que compõem o setor, e as linhas de pesquisa. Em seguida, foram abordadas algumas dúvidas frequentes relacionadas ao mestrado e ao doutorado, como o modelo de digitação de tese e os requisitos para concessão de bolsas.

O prof. Ronald Luz, atual coordenador de Programa de Pós-graduação em Zootecnia, salientou alguns aspectos que diferem a pós de Zootecnia da Ciência Animal. Ele respondeu dúvidas sobre o doutorado sanduíche e reforçou tópicos como a importância da avaliação dos professores e o cumprimento do tempo de titulação desejado.


Após o intervalo, o prof. Ronald retomou a conversa apresentando diversos aspectos sobre o programa de zootecnia. Dados relativos ao programa de Ciência Animal também foram apresentados pelo prof. Benito Soto Blanco, que em sua fala ressaltou ainda a importância de manter a plataforma Lattes atualizada e o destino dos egressos que em sua maioria encontram-se, atualmente, no meio acadêmico. A mesa redonda, também contou com a fala do professor Francisco Lobato que abordou o funcionamento da avaliação dos cursos pela Capes.


O professor Iran Borges foi responsável por dar continuidade à conversa, salientando a essencialidade dos ajustes finos que buscam solucionar os problemas mais comuns e que impactam negativamente na avaliação do programa.

Após o intervalo, o evento foi retomado com oficinas voltadas aos alunos da pós, ministradas pela coordenadora do setor de propriedade intelectual da Coordenadoria de Transferência e Inovação Tecnológica (CTIT), Raissa de Luca. Ela abordou a propriedade intelectual, a questão de patentes, e outros aspectos variados da inovação tecnológica.

O final do evento foi conduzido pelo professor emérito, Ivan Sampaio que tratou da estatística aplicada à Comissão de Ética no uso de Animais (Ceua). Ele começou contando um pouco da sua trajetória profissional e acadêmica e em seguida explicou sobre as técnicas e processos que o estatístico precisa saber.

A comissão organizadora responsável pelo evento é formada pelos(as) professores(as) Benito Soto Blanco, Cléia Batista Dias Ornelas, Danielle Ferreira de Magalhães Soares, Diogo Gonzaga Jayme, Elaine Gonçalves de Melo, Fernanda Radicchi Campos Lobato de Almeida, Henrique César Pereira Figueiredo, Ronald Kennedy Luz e Zélia Inês Portela Lobato. A comissão também conta com a colaboração dos(as) alunos(as) Breno Curty Barbosa, Clarice Speridião Silva Neta, Raphael Mattoso Victor, Túlio Pacheco Boaventura e pelas técnicas administrativas em educação Heloísa Estêvão da Silva e Luzete Ornelas Queiroz. O patrocínio foi feito pela empresa de consultoria em pecuária Exagro, pela Associação de Avicultores de Minas Gerais (AVIMIG) e pelo frigorífico Frigorick.

 

 

 

Fonte: Escola de Veterinria da UFMG

Voltar