Midias Sociais 



05 de Dezembro de 2018

Vaccinar realiza Workshop Matriz Pesada no Paraná

 


A empresa reuniu especialistas em avicultura para apresentar tecnologias e tendências do setor


O Workshop Matriz Pesada, organizado e promovido pela Vaccinar - Nutrição e Saúde Animal, aconteceu no dia 21 de novembro, em Cascavel (Paraná). Dirigido a técnicos, administradores, gerentes e diretores das empresas avícolas do Paraná e do Paraguai, o evento apresentou tecnologias desenvolvidas para promover melhores índices zootécnicos e econômicos na criação de aves e debateu temas relacionados às perspectivas e tendências do mercado avícola nacional.


Na oportunidade, a Vaccinar apresentou suas soluções nutricionais para aves, como o Qualifeed SDF, Pottent Galo, o Programa Matriz HD e seus resultados diferenciais de campo. Representada pelo professor, Sergio De Zen, do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicadas da USP/ESALQ (Universidade de São Paulo/Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz), a Vaccinar também promoveu uma palestra sobre o futuro do mercado de proteína animal.


O técnico mundial da Coob, Vitor Hugo Brandalize e Marco Aurélio Romagnolem, da Aviagen, duas das principais Casas Genéticas da avicultura brasileira, apresentaram suas linhagens e os seus planos para o futuro, incluindo o melhoramento constante dos índices zootécnicos, com atenção à qualidade da carcaça e à criação de frangos livres de antibióticos.


Além dos palestrantes convidados, os Especialistas em Nutrição de Aves da Vaccinar, Andrea Molino e Cláudio Franco e o Diretor de Negócios Nutrição da Vaccinar, Julio Pinto, também fizeram apresentações sobre nutrição e manejo de Matrizes Pesadas.


Segundo Geraldo José Francisco, Gerente Comercial (Aves) da Vaccinar, os objetivos da empresa foram alcançados. Isso, na opinião dele, decorreu do alto nível das discussões e interesse dos participantes pelos produtos e conteúdos apresentados. O gestor assinala que negócios foram fechados no decorrer do encontro, de modo a confirmar a confiança do público na empresa e nos seus produtos.


Em relação à avicultura nacional, Francisco avalia que o setor continua forte. "Adequando-se à evolução do mercado, buscando novas alternativas de produtos e formas de comercialização, tanto no mercado interno, quanto no mercado externo, a área está atenta a novos negócios que podem ser gerados, especialmente no mercado internacional".

 

 

Fonte: Vaccinar

Voltar